Quando o Estranho Bate à Porta

19.90 15.92 -20%

Consultar Condições

Editora: Climepsi Editores
Ano: 2016
Nº Páginas: 216
Peso: 0.320 Kg
Dimensões: 160x230x10 mm
ISBN: 9789727963539
Categoria(s) Psicologia , Psicologia
Disponibilidade: Em Stock
Adicionar ao Carrinho

Dizia Freud que silêncio, solidão e escuridão eram a marca da ansiedade infantil. São também os medos que frequentemente revivemos, e que nos parecem estranhamente, e por vezes dolorosamente, familiares.
É este o núcleo deste livro.
Em psicanálise, muitas interpretações são possíveis. O carácter multifactorial do fenómeno psíquico dá uma riqueza única a esta disciplina. O reverso da medalha é, como sabemos, a incerteza. Mas é essa complexidade e equilíbrio instável que transformam a prática analítica e, por arrasto, transformam o analista e o analisando. Não há, assim, limites ao trabalho de compreensão do objecto analítico, que é, também ele, complexo e variado. Daí pensarmos que seria útil juntarmos, neste livro, textos por nós pensados e escritos, noutro tempo, noutro lugar, mas sempre numa perspectiva psicanalítica, que desejamos rigorosa e verdadeira. Neles falamos de alguns conceitos que entendemos fundamentais, de autores que nos são gratos, de situações e de interpretações possíveis.
Do que se trata, em suma, é da elaboração da dor mental, essa dor comum a todos nós, e que pela palavra, escrita ou falada, tentamos continuadamente redimir.